Associada Rasip recebe Prêmio Exportação RS 2019

Associada Rasip recebe Prêmio Exportação RS 2019

A performance exportadora da Rasip, uma das empresas controladas pela RAR, garantiu à empresa o Destaque Setorial no segmento Agropecuário na 47ª edição do Prêmio Exportação RS, promovido pelo Conselho do Prêmio Exportação RS. A Rasip, que  atua na produção e comercialização de maçãs, obteve US$ 7.3 milhões em receita total de exportações em 2018 em mercados importantes, como Índia e Rússia, que possuem grande potencial comprador. A cerimônia de premiação ocorre no dia 06 de junho, em Porto Alegre.

Segundo Sérgio Martins Barbosa, diretor-superintendente da RAR, a Rasip possui uma capacidade de produção e comercialização de 80 mil toneladas por ano – sendo 50 mil toneladas de maçã própria e 30 mil toneladas de frutas adquiridas de terceiros. “Nos últimos onze anos a Rasip vem com uma média de crescimento no seu faturamento de aproximadamente 13% ao ano e deverá manter esse índice com previsão de superar R$ 300 milhões nos próximos cinco anos”, afirma Sergio. Entre os novos investimentos, ele destaca o aumento da área plantada e a cobertura dos pomares com telas antigranizo, representando 50 hectares por ano, além do plantio de fruta orgânica.

Pioneira na exportação de maçãs no Rio Grande do Sul, há mais de 30 anos a Rasip exporta este produto para os mercados mais exigentes em padrões de qualidade e de segurança alimentar. “Independente dos desafios climáticos enfrentados, das flutuações das taxas cambiais, das questões econômicas ou incertezas do mercado, a empresa mantém dentro do seu planejamento estratégico a atuação contínua, direcionando todos os anos cerca de 10% da sua comercialização como estratégia para atender o mercado externo”, completa o diretor.

“A maçã brasileira vem ganhando a cada ano mais espaço no mercado internacional. O trabalho que a Rasip desenvolve tem grande contribuição na construção dessa consolidação”, lembra Sergio. Prova disso é a crescente demanda pelos mercados já atendidos, bem como o surgimento de novos mercados que a cada ano desejam importar a maçã brasileira.

Membro ativo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frutas (ABRAFRUTAS), a Rasip está sempre atenta aos trabalhos de promoção comercial em conjunto com a APEX, no intuito de marcar presença em importantes feiras internacionais, rodadas de negócios, visitas aos clientes ativos e prospecção de novos mercados.

Atuação em outros segmentos

A empresa está utilizando do know-how que possui no mercado externo para, em um curto espaço de tempo, iniciar a sua operação de exportação de lácteos. A RAR também atua na produção de uvas viníferas, com produção de 600 toneladas por ano e operação de vinificação terceirizada. Ainda possui produção de azeitonas, com um volume de 200 toneladas por ano e fabricação de azeite terceirizada. Atualmente são 900 colaboradores em atividade e em períodos de colheita de maçã esse número aumenta para cerca de três mil funcionários.

RASIP             

Uma das pioneiras a atuar no segmento de maçãs no país – os primeiros pomares foram plantados na década de 70 – a Rasip é a terceira maior produtora e comercializadora da fruta no Brasil. A empresa integra a RAR e foi fundada por Raul Anselmo Randon. Com sede em Vacaria, nos Campos de Cima da Serra Gaúcha, a Rasip tem como premissa o planejamento e execução de todos os processos a fim de garantir a excelência do produto final. Desde a colheita no campo, passando pelo atendimento personalizado, até a eficiência na entrega, a empresa prima pela satisfação plena do cliente, pois entende que este resultado é a condição única para atuar competitivamente no mercado, sustentando seu crescimento e visão de futuro. Possui a certificação GLOBAL G.A.P. (Global/Good Agricultural Pratice), que garante um produto seguro, livre de qualquer tipo de contaminação, permitindo assim sua comercialização nas maiores redes de produtos alimentícios do mundo.

RAR

Nos anos 1990, montou a primeira fábrica de queijo Tipo Grana fora da Itália lançando a marca Gran Formaggio. A RAR tem, em seu portfólio, linha de importados com queijos e acetos italianos, presuntos e salames italianos e espanhóis, e azeites de oliva chilenos. A linha de derivados é composta por creme de leite fresco, manteiga e queijo parmesão. A empresa, com sede em Vacaria (RS), ainda conta com linha de 17 rótulos entre vinhos e espumantes. Para saber mais, acesse www.rar.ind.br.

Fonte: http://cartaodevisita.r7.com/conteudo/25701/rasip-recebe-pr-mio-exporta-o-rs-2019



← Voltar
Sem comentários