Workshop: Agri Trace Rastreabilidade Vegetal

Workshop: Agri Trace Rastreabilidade Vegetal

Na próxima semana o Sr. Carlos Frederico da CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, estará na região produtora de maçãs para fazer a apresentação do aplicativo Agri Trace Rastreabilidade Vegetal, desenvolvido para facilitar o atendimento da IN Conjunta ANVISA/MAPA no. 02 de 07/02/2018 por parte dos produtores de frutas e hortaliças.

As reuniões acontecerão conforme abaixo:

Em Vacaria-RS: dia 05/12, quarta-feira, às 09h00, na Embrapa.

Em São Joaquim-SC: dia 05/12, quarta-feira, às 17h00, no auditório do Sindicato Rural.

O publico alvo envolve produtores de maçã e também de outras frutas e hortaliças. Recomendamos a participação. – Mais informações abpm@abpm.org.br ou 49 3246 2686

Sobre o Agri Trace Rastreabilidade Vegetal

O Agri Trace Rastreabilidade Vegetal é o sistema que o Instituto CNA desenvolveu para ajudar os produtores de frutas e hortaliças a atender as regras definidas pela Instrução Normativa Conjunta ANVISA/SDA-MAPA nº 02 de 07 de fevereiro de 2018, que define procedimento para a aplicação da rastreabilidade ao longo da cadeia produtiva de produtos vegetais frescos destinados à alimentação humana, para fins de monitoramento e controle de resíduos de defensivos agrícolas, em todo o território nacional

A partir de agora, respeitando os prazos estabelecidos no anexo III da INC, os produtos vegetais frescos, ou seus envoltórios, suas caixas, sacarias e demais embalagens devem estar devidamente identificados de forma a possibilitar o acesso, pelas autoridades competentes, aos registros com as informações obrigatórias. Esta identificação pode ser realizada por meio de etiquetas impressas com caracteres alfanuméricos, código de barras, QR Code, ou qualquer outro sistema que permita identificar os produtos vegetais frescos de forma única e inequívoca.

Prazo para implementação da Rastreabilidade em diferentes cadeias produtivas.

Como vai funcionar o sistema?

No Agri Trace Rastreabilidade Vegetal o produtor poderá inserir seus dados pessoais, a localização da propriedade, os produtos comercializados, quantidade, numeração do lote, data de colheita, e informações do comprador, conforme exigido pela instrução normativa.

Além das informações obrigatórias, o sistema fornecerá a possibilidade de o Produtor inserir informações sobre o plantio realizado, como data de plantio, data estimada de colheita, definição do talhão plantado, localização, insumos utilizados e os tratos culturais realizados.

As etiquetas geradas pelo Sistema Agri Trace Rastreabilidade Vegetal conterão um QRCode que apontarão para um site contendo as informações do lote, e os produtores que aderirem à parceria do ICNA com a GS1, também terão o benefício de um código de barras padronizado, reconhecido nacional e internacionalmente.

Para as Cooperativas e Associações de Produtores Rurais, empresas manipuladoras e embaladoras de frutas e verduras, operadores nas CEASAs, intermediadores e empresas consumidoras de frutas e hortaliças in natura, o Sistema Agri Trace Rastreabilidade Vegetal oferece um módulo que permitirá o cadastramento dos seus fornecedores e/ou produtores cooperados/associados, onde será possível realizar a rastreabilidade dos produtos, com quase todas as características do sistema apresentado para o Produtor Rural.

A rede varejista também conta com um módulo exclusivo no Sistema Agri Trace Rastreabilidade Vegetal, que permitirá fazer todo o processo de rastreabilidade de forma digital, sem a necessidade de geração de papel, caso não seja necessário.

Em todos os módulos haverá um painel de gestão que apresentará as principais informações para cada elo na cadeia de frutas e hortaliças.

Nosso sistema está em homologação, e o prazo para lançamento é na segunda Quinzena de Novembro de 2018. Para maiores informações entre em contato através do rastreabilidadevegetal@cna.org.br

O link a seguir traz informações sobre a ferramenta: https://www.cnabrasil.org.br/agritrace-vegetal



← Voltar
Sem comentários