Brasil espera colher quase 1.100.000 toneladas de maçãs

Brasil espera colher quase 1.100.000 toneladas de maçãs

Freshplaza: 24 de janeiro de 2020
Tradutor: Google
Leia a versão original abaixo ou direto na fonte:

https://www.freshplaza.com/article/9183172/brazil-expects-to-harvest-nearly-1-100-000-tons-of-apples/ 

A colheita de maçã do Brasil está prestes a começar e os produtores esperam colher cerca de 1.100.000 toneladas, volume semelhante ao alcançado no ano passado.

“Temos um atraso de cerca de 10 dias. Faz menos frio que o normal no Brasil e, portanto, as frutas amadurecem mais lentamente”, afirmou Wilson Passos, gerente comercial da Fischer SA Agroindustria. “Faremos os primeiros embarques para a Europa na segunda quinzena de fevereiro. A fruta tem boa qualidade e condições ideais para o mercado interno e para exportação ”, acrescentou.

Wilson Passos, gerente comercial de Fischer

A Fishcer, fundada em 1985 e localizada na cidade de Fraiburgo, no estado de Santa Catarina, no sul do Brasil, é um dos maiores produtores de maçã do Brasil. Essa empresa do Grupo Fischer também produz kiwis, sucos naturais e concentrados, aroma de maçã e outras frutas produzidas e importadas localmente, além de soja e milho.

A Fischer produz aproximadamente 110.000 toneladas de maçãs por ano, principalmente das variedades Royal Gala e Fuji Supreme em 2.500 hectares. A empresa possui 4 unidades de armazenamento e duas enfardadeiras em mais de 70.000 metros quadrados e emprega 1.600 funcionários permanentes.

“Alocamos quase 70% de nossa produção ao mercado doméstico, uma vez que as variedades Gala e Fuji são muito apreciadas pelos brasileiros. Somos pioneiros na exportação de maçãs brasileiras e fazemos envios para vários países da Europa, onde vendemos principalmente para o Reino Unido, países nórdicos, Holanda, Alemanha e Espanha e Portugal, que trabalham com tamanhos maiores. Bangladesh é o principal importador de maçãs brasileiras. Também fazemos envios para a Rússia, Índia e Oriente Médio, onde gostaríamos de continuar crescendo, assim como na América do Sul ”, afirmou Wilson Passos.

Quando não há frutas nacionais disponíveis, a empresa as importa de Portugal, Itália e França para continuar fornecendo seus clientes. “Em 2019, as importações diminuíram significativamente devido à desvalorização do real; 1 dólar equivale a 4 reais. A importação é muito cara. ”A concorrência desta empresa vem principalmente da África do Sul, Nova Zelândia, Chile e produções locais européias.

“Investimos continuamente em pesquisas para melhorar a qualidade, produção em campo, preservação, calibração de frutas e tecnologia de classificação e marketing. Isso nos permitiu ser a empresa líder no setor de maçãs do Brasil ”, afirmou Wilson.

“Utilizamos várias ferramentas e programas de qualidade, desde o cultivo até o ponto final de venda para os consumidores. Alguns dos recursos e certificações que usamos incluem: rastreabilidade, controle biológico, responsabilidade, saúde, sistema integrado de gestão da qualidade, boas práticas agrícolas, GlobalGap, boas práticas de fabricação, BPF, APPCC, POP e PPHO ”, acrescentou.

Para maiores informações:

Fischer S.A. Agroindustria – Wilson Passos

T: 5511 30436634 / 5511 996107243
wpassos@fischerfrutas.com
www.fischerfrutas.com.br





← Voltar
2 Comentários
  • Annakarlakoschel@hotmail.com
    Postado às 16:44h, 25 janeiro Responder

    Gostaria de uma muda…sonho ter meu pe de maçã. Kkkkk

    • ABPM
      Postado às 19:20h, 07 fevereiro Responder

      Ola Anna, você pode adquirir mudas de macieiras com um viveirista. Contate a Clone Viveiros que pode lhe ajudar: http://www.cloneviveiros.com.br

      Obrigado por participar! Continue com o Clube e as delícias da nossa mação brasileira!

Comente